Loading...

Air Canada

Newsletter noAr

Air Canada noAr|Maio 2020
AIR CANADA LANÇA O PROGRAMA CLEANCARE+ E INTRODUZ NOVAS MEDIDAS SANITÁRIAS E DE SEGURANÇA PESSOAL
A Air Canada anunciou o lançamento do Air Canada CleanCare+, um abrangente programa de segurança pessoal e de aprimoramento das aeronaves que vai proporcionar mais tranquilidade aos clientes durante todas as etapas da viagem.
A O novo programa foi desenvolvido para reduzir o risco de exposição ao COVID-19. Além das perguntas dos questionários de saúde, serão feitas checagens obrigatórias da temperatura do cliente antes do voo. Também serão implementadas políticas de distribuição de assento para permitir mais espaço pessoal na Classe Econômica; as normas entrarão em vigor até 30 de junho de 2020 e valerão para todos os voos da empresa. Os clientes vão receber kits de limpeza e higiene das mãos.
Para complementar essas medidas individuais, o Air Canada CleanCare+ também fortalecerá os padrões de limpeza das cabines, que são líderes na indústria aérea, com a introdução da pulverização eletrostática do interior das mesmas. A Air Canada também expandirá os procedimentos existentes de manutenção de aeronaves, que já incorporam o uso de desinfetante de padrão hospitalar, além de técnicas especiais que mantêm a limpeza da cabine de toda a sua frota.
Para garantir a segurança e o bem-estar de todos os clientes, por meio do programa Air Canada CleanCare+, a Air Canada introduzirá as seguintes medidas até 15 de maio:
  • Os clientes que viajam em voos da Air Canada estarão sujeitos a uma verificação de temperatura por infravermelho em todos os aeroportos; a Air Canada é a primeira companhia aérea nas Américas a anunciar essas medidas em todo o sistema. O procedimento não invasivo complementará o questionário de saúde exigido pelo governo, que atualmente é preenchido por todos os viajantes para determinar suas condições para voar. Os clientes considerados não aptos para viajar terão suas reservas remarcadas gratuitamente, mas o novo embarque só será possível com uma autorização médica que deverá ser apresentada antes da viagem.
  • Para oferecer mais espaço pessoal na Classe Econômica de suas aeronaves, a Air Canada bloqueará automaticamente a venda de assentos adjacentes e limitará o número total de assentos vendidos para cada voo.
  • A Air Canada começará a distribuir kits de cuidados para todos os clientes - desinfetantes para as mãos e outros itens de saúde.
  • A Air Canada já foi premiada pelo Skytrax World Airline Awards 2019 por ter a Melhor Limpeza de Cabine de Linha Aérea na América do Norte. Com o início do COVID-19, a companhia aérea reforçou seus padrões de limpeza de cabine e começará a usar pulverizadores eletrostáticos de ponta para garantir uma limpeza mais profunda com o desinfetante de padrão hospitalar.
Para mais informações sobre o Air Canada CleanCare+ por favor acesse o http://www.aircanada.com.br/beta/cleancare/
Antes do Air Canada CleanCare+, a Air Canada já havia tomado várias medidas em resposta ao COVID-19:
  • Exigir que os clientes usem máscaras durante a viagem, inclusive no check-in, durante o embarque e conforme as instruções a bordo das aeronaves.
  • Protocolos para o uso de equipamentos de proteção individual pelos funcionários, incluindo máscaras e coberturas, luvas e aventais usados pela tripulação de bordo. Além disso, a empresa implantou outras medidas de segurança para incentivar o distanciamento físico, como um procedimento de embarque revisado e um novo programa de serviço a bordo. 
  • Para reduzir interações pessoais e promover o distanciamento físico, a Air Canada adaptou seus procedimentos de check-in. Isso inclui o check-in online e na web, por meio do autoatendimento, e os quiosques de aeroportos para as plataformas de requisitos de entrada exigidos pelo governo - o questionário de saúde obrigatório e outras informações relevantes.
  • Ajustes temporários no serviço de bordo, como garrafas de água individuais em vez de ofertas de serviços de bar e a remoção de travesseiros e cobertores. O Air Canada enRoute e outra literatura não relacionada à segurança foram removidos de todos os bolsos do encosto do banco. A Air Canada fez parceria com uma empresa terceirizada que monitora doenças infecciosas em todo o mundo usando Inteligência Artificial e outras ferramentas preventivas – as informações são enviadas à empresa em tempo real para garantir que ela esteja equipada para tomar decisões apropriadas e oportunas.
  • Para clientes que já compraram passagens e desejam mudar a viagem, a Air Canada revisou suas políticas de reserva para que não haja taxa de alteração ou de cancelamento de reservas existentes ou novas. Além disso, os clientes cujos voos foram cancelados devido aos impactos da COVID-19, podem reter o valor não utilizado de seu bilhete por até 24 meses.
Para obter mais informações sobre a resposta da Air Canada à pandemia, incluindo informações sobre as políticas e o cronograma, consulte http://www.aircanada.com.br/beta/covid/
Air Canada oferece prévia das melhorias do novo programa Aeroplan
Antes do relançamento de seu programa de fidelidade, que acontecerá ainda neste ano, a Air Canada introduziu dois novos recursos para o Aeroplan. Agora, em voos da empresa, os associados podem comprar ou doar milhas, assim como usar as milhas Aeroplan para fazer upgrades de assentos na cabine.
Desde que anunciou o lançamento de um novo programa de fidelidade em 2020, a Air Canada se conectou com mais de 36.000 consumidores para aprender quais atributos e benefícios eles esperam de um programa de fidelidade em viagens. Esses novos recursos refletem diretamente esse feedback, pois permitem que o membro:
  • Compre ou ofereça milhas Aeroplan. Agora, a qualquer momento, através do site aeroplan.com os associados podem comprar milhas para si mesmos ou doar milhas para outros membros do Aeroplan. Anteriormente, os membros só podiam comprar milhas para recarregar sua conta Aeroplan quando estavam fazendo uma reserva de recompensa de voo (que continua disponível). Os associados também podem continuar transferindo suas milhas para outro membro.
  • Usar milhas Aeroplan para fazer lance de upgrade na Air Canada. Os membros agora têm a opção de usar milhas Aeroplan para fazer um upgrade para uma cabine superior. Anteriormente, os clientes só podiam fazer lances para um upgrade de cabine pelo aircanada.com e usando um cartão de crédito. Esta é a primeira das muitas opções que os membros terão para acessar recursos extras de viagem – populares e premium. Com estas facilidades, o passageiro torna a sua viagem ainda mais tranquila e confortável.
No desenvolvimento dessas novas opções, a Air Canada trabalhou com duas empresas canadenses, ambas parceiras comerciais existentes: a Plusgrade, com sede em Montreal é líder em soluções auxiliares de receita e merchandising para lances de upgrade na AC, e a Points, que está baseada em Toronto e é especialista no recurso para comprar/presentear milhas.
Para ajudar os associados a se prepararem para as suas futuras viagens enquanto estiverem em casa, desde o dia 07 de maio e até o dia 13 de maio os associados do Aeroplan terão bônus significativos por todas as milhas adquiridas:
  • Nos primeiros 10 milhões de milhas Aeroplan adquiridas, os membros qualificados do programa vão receber um bônus de 115%;
  • Nos próximos 100 milhões de milhas Aeroplan adquiridas, os membros qualificados receberão um bônus de 90%;
  • Para todas as Milhas Aeroplan adquiridas posteriormente, até o final da promoção, os membros Aeroplan elegíveis receberão um bônus de 65%.
Como parte desta oferta e da campanha Travel at Home, o Aeroplan e seu parceiro Points vão doar uma parte correspondente às milhas Aeroplan adquiridas para uma das instituições beneficentes do programa de doação dos membros do Aeroplan - The Centre for Addiction and Mental Health Foundation (CAMH).
Clique aqui para mais informações.
Mais mudanças positivas para o cliente, assim como mais melhorias no programa, serão anunciadas antes do lançamento, ainda neste ano, do novo programa de fidelidade da Air Canada.
Air Canada leva milhares de canadenses de volta para casa
Com seus voos especiais operados em colaboração com o governo do Canadá sendo finalizados, a Air Canada saudou os diversos funcionários da empresa que trabalharam para trazer milhares de canadenses de volta para casa. O programa, que começou em 21 de março, repatriou aproximadamente 6.600 canadenses que estavam no Marrocos, Espanha, Equador, Peru, Argélia, Argentina e Colômbia.
Em estreita cooperação com a Global Affairs Canada, a Air Canada operou um total de 21 voos especiais usando aeronaves de grande porte. A Air Canada permanece disponível para operar voos especiais adicionais em colaboração com o governo federal. Até o momento o programa incluiu:
  • Sete voos de Lima
  • Quatro voos de Quito
  • Três voos de Casablanca
  • Quatro voos de Argel
  • Um voo de Barcelona
  • Um voo de Bogotá
  • Um voo de Buenos Aires
Mais de 300.000 canadenses foram transportados nos voos comerciais da Air Canada
Apesar da redução significativa em sua rede, a Air Canada continua seus esforços de repatriamento em seus voos comerciais regulares. Desde 15 de março, a empresa transportou mais de 300.000 passageiros de volta para o Canadá – a partir da Ásia, Europa, Caribe / América do Sul e Estados Unidos. Isso incluiu canadenses repatriados da Índia, África do Sul, Croácia, Sérvia e Emirados Árabes Unidos por meio de sua ligação aérea Londres-Heathrow.
Quase 250 toneladas de suprimentos médicos e produtos essenciais foram entregues em todo o país
Por meio da Air Canada Cargo, a Air Canada continua suas operações para transportar suprimentos médicos e produtos essenciais. Desde 1º de março, a empresa transportou quase 250 toneladas de equipamentos de proteção individual por todo o país.
O primeiro voo cargueiro das aeronaves Boeing 777-300 ER convertidas pela empresa chegou no dia 18 de abril de Xangai, via Narita, com mais de 20 toneladas de máscaras faciais, muitas delas para os profissionais de saúde da linha de frente do Canadá. A partir de 22 de março a Air Canada operou 106 voos de cargas entre a Ásia, a Europa, a América do Sul e o Canadá. A empresa planeja operar até 20 voos de cargas por semana usando uma combinação dos três recém-convertidos Boeings 777 e Boeings 787, além dos voos regulares programados para Londres, Paris, Frankfurt e Hong Kong.
A Air Canada Cargo tem trabalhado com seus parceiros da cadeia de suprimentos e com os remetentes para transportar suprimentos médicos da Ásia e da Europa para o Canadá. A empresa continuará explorando oportunidades adicionais, conforme necessário, em todas as regiões do mundo. Sua divisão de frete tem sido um participante importante, e um elo crucial, nas cadeias de suprimentos globais. As interrupções causadas pela pandemia da COVID 19 estão tornando as capacidades de carga mais importantes do que nunca.
Mais de 14.000 kg de alimentos foram redistribuídos pelo Canadá
Até o momento, a Air Canada e a Air Canada Foundation doaram 14.118 kg de alimentos que originalmente seriam destinados aos voos da Air Canada. Este volume equivale a quase 31.000 refeições que serão redistribuídas para ajudar e apoiar as famílias canadenses em necessidade. Esse esforço nacional de resgate de alimentos através da Second Harvest apoiou diretamente 17 organizações em todo o país, de Vancouver a Halifax, incluindo Leduc & District Food Bank, Leftovers Foundation, DreamMind Inc., entre várias outras.
Air Canada reporta resultados do primeiro trimestre de 2020
A Air Canada divulgou o EBITDA do primeiro trimestre de 2020 (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de CAD$71 milhões, em comparação com o EBITDA do primeiro trimestre de 2019 de CAD$583 milhões. Em 31 de março de 2020, a liquidez irrestrita totalizava CAD$6,523 bilhões, em comparação com a liquidez irrestrita de CAD$7,380 bilhões em 31 de dezembro de 2019.
"Nossos resultados do primeiro trimestre refletem a gravidade e o impacto abrupto que a pandemia da COVID-19 teve na Air Canada. Impacto este sentido em todo o setor aéreo global no final de janeiro com a suspensão, por muitas transportadoras, dos serviços para a China. O impacto foi exacerbado durante o mês de março com o distanciamento social obrigatório, as restrições de viagens sem precedentes impostas pelos governos do Canadá e de todo o mundo e o desligamento das economias. Por mais significativos que tenham sido os danos financeiros, nossa principal preocupação continua sendo a saúde e a segurança de nossos clientes e funcionários, a quem agradeço por sua dedicação inabalável em condições impossíveis. Também quero reconhecer os efeitos da pandemia sobre todas as outras partes interessadas, particularmente aquelas que fazem parte do comércio de viagens. Tenha certeza de que estamos comprometidos em conduzir com sucesso a nossa companhia aérea nessa crise", disse Calin Rovinescu, Presidente e CEO da Air Canada.
"O trimestre passado foi o primeiro em 27 trimestres consecutivos em que não reportamos crescimento de receita operacional ano a ano. Nossos sólidos resultados de janeiro e fevereiro nos incentivaram a manter esse desempenho até o impacto repentino e catastrófico da COVID-19 na Europa e na América do Norte, no início de março. Agora estamos vivendo o período mais sombrio de todos os tempos na história da aviação comercial".
Resumo
A Air Canada registrou um prejuízo líquido de CAD$1.049 bilhão ou CAD$4,00 por ação diluída em comparação com o lucro líquido de CAD$345 milhões ou CAD$1,26 por ação diluída no primeiro trimestre de 2019. O primeiro trimestre de 2020 incluiu perdas cambiais de CAD$711 milhões, enquanto o primeiro trimestre de 2019 incluiu ganhos cambiais de CAD$263 milhões. A companhia aérea relatou um prejuízo líquido ajustado de CAD$392 milhões ou CAD$1,49 por ação diluída no primeiro trimestre de 2020 em comparação com o lucro líquido ajustado de CAD$17 milhões ou CAD$0,06 por ação diluída no primeiro trimestre de 2019.
A dívida líquida de CAD$4.170 bilhões aumentou em CAD$1.329 bilhão em 31 de dezembro de 2019, refletindo o rebaixamento das linhas de crédito rotativo da Air Canada de CAD$600 milhões e CAD$200 milhões, parcialmente compensadas por pagamentos de dívida de CAD$509 milhões. O impacto desfavorável de um dólar canadense mais fraco, em 31 de março de 2020, em comparação com 31 de dezembro de 2019, aumentou a dívida em moeda estrangeira (principalmente dólares americanos) em CAD$692 milhões. Em 31 de março de 2020, o índice de alavancagem da Air Canada (dívida líquida em relação ao EBITDA de 12 meses) era de 1,3 versus um índice de alavancagem de 0,8 em 31 de dezembro de 2019.
No primeiro trimestre de 2020, os fluxos de caixa líquidos utilizados nas atividades operacionais totalizaram CAD$20 milhões, uma redução de CAD$3.131 milhões em relação ao mesmo trimestre de 2019, devido à deterioração dos resultados operacionais e da caixa de capital de giro menor como resultado da redução da venda antecipada de passagens, refletindo o impacto grave e abrupto da pandemia da COVID-19. Os fluxos de caixa das atividades operacionais no primeiro trimestre de 2019 foram impactados favoravelmente por recebimentos no valor de CAD$1.612 milhão, em conjunto com a aquisição do Aeroplan pela Air Canada. No primeiro trimestre de 2020, as entradas líquidas de caixa das atividades de financiamento totalizaram CAD$387 milhões, um aumento de CAD$689 milhões em relação ao primeiro trimestre de 2019.
Os recursos obtidos com empréstimos de CAD$1.027 milhão no primeiro trimestre de 2020 refletiram o levantamento das linhas de crédito rotativo da Air Canada de CAD$600 milhões e CAD$200 milhões em março de 2020. Os pagamentos da dívida totalizaram CAD$509 milhões. O fluxo de caixa livre negativo de CAD$393 milhões se deteriorou em CAD$972 milhões em relação ao primeiro trimestre de 2019, refletindo menores fluxos de caixa das atividades operacionais devido ao impacto severo e abrupto da pandemia da COVID-19, parcialmente compensado por um nível mais baixo de investimentos em relação ao ano anterior.
br - Edição
A Star Alliance Member
Este é um email de notificação do produto. Para cancelar a inscrição em e-mails semelhantes, clique aqui.
Condições Gerais de Transporte e Tarifário | Termos de uso | Política de Pivacidade
© 2020 Air Canada Brasil.
Central de Vendas e Reservas Air Canada
No Brasil: São Paulo - 0800-282-1258/Rio de Janeiro (21) 2220-5343
Na América do Norte: 1-888-247-2262