Loading...

Air Canada

Newsletter noAr

Air Canada noAr|Abril 2020
AIR CANADA FLEXIBILIZA REGRAS PARA A REMARCAÇÃO DE VIAGENS COM A EMPRESA
Visando simplificar e melhorar ainda mais o processo de alteração de viagens por seus clientes, a Air Canada atualizou a sua política de isenção de multas de remarcações previamente comunicadas a partir de 20 de março de 2020.
As regras em vigor são:
  • Itinerários: Todos os destinos operados pela empresa
  • Bilhetes com numeração 014
  • Data de emissão: Até 15 de abril de 2020
  • Data original da viagem: Até 30 de abril de 2021
  • Remarcação: Viagem concluída até 30 de abril de 2021
A Air Canada informa: os clientes devem fazer a remarcação com pelo menos duas horas antes do voo de partida. A regra permite, de acordo com as diretrizes abaixo, que seja feita apenas uma alteração gratuita.
Remarcação dentro do prazo:
  • Taxas de alteração abolida.
  • ADCL (diferença de taxas e tarifa): As regras tarifárias serão aplicadas.
Remarcação fora do prazo:
  • A multa será aplicada.
  • ADCL (diferença de taxas e tarifa): Será cobrada de acordo com as regras da tarifa paga pelo passageiro.
Mudança de destino:
  • Dentro da validade do bilhete, os passageiros podem optar por viajar de/para um destino alternativo operado pela Air Canada.
  • Serão isentas as multas de remarcação, mas a ADCL (diferença de taxas e tarifa) será aplicada.
Reembolsos:
  • Os reembolsos serão feitos dentro das regras tarifárias.
  • Caso haja valor residual, este não será concedido.
Endosso de bilhetes:
  • As regras da empresa foram reajustadas para que a multa seja automaticamente cancelada.
  • Caso a multa não seja cancelada automaticamente em um bilhete com direito a isenção, o passageiro deve utilizar o código de endosso – CHNGFEE20.
Bilhetes Aeroplan:
  • O viajante deve consultar o Aeroplan para informações sobre as remarcações.
Nota: Para voos operados pela Air Canada Rouge por favor consulte o website flyrouge.com.
Air Canada faz voos de carga transportando suprimentos vitais e bens necessários
A Air Canada informou que, por meio da Air Canada Cargo, começou a usar suas aeronaves para operar somente voos de carga para a Europa, além de outros voos planejados para a América Latina e para a América do Sul. As aeronaves não transportam passageiros, mas apenas remessas com tempo limitado, incluindo suprimentos médicos para combater o COVID-19 e mercadorias para apoiar a economia global.
Os primeiros voos de carga partiram de Toronto para Frankfurt, Londres e Amsterdã, que são importantes centros de negócios e pontos de conexão para remessas posteriores. Os voos foram operados com aeronaves Boeing 787, que podem transportar 35 toneladas de carga - o equivalente a 80 pianos de cauda.
Dos transportadores e dos agentes de cargas que usam o serviço é cobrada uma taxa fixa para ambas as direções. A Air Canada Cargo também está introduzindo um programa fracionário, para que os remetentes que não precisam de uma aeronave inteira para enviar sua carga possam reservar espaço. Os acordos com os remetentes e os agentes de cargas contêm disposições claras para garantir que esses bens essenciais sejam vendidos apenas para fornecedores autorizados, a preços justos.
Agora a Air Canada Cargo está investindo em oportunidades para oferecer esse serviço no mercado interno. A empresa está trabalhando com vários governos para avaliar a demanda e ajudar na movimentação de mercadorias que vão aliviar distintos mercados no Canadá. Isso inclui o uso de aeronaves regionais de pequeno porte, da Air Canada Express, que vão para operar em regiões do Canadá menos servidas, menores ou remotas, que vão apoiar os governos locais com suprimentos médicos e outros equipamentos de emergência.
A Air Canada não opera aeronaves de carga, em vez disso, a divisão Air Canada Cargo gerencia e comercializa os espaços nos voos regulares de passageiros da companhia aérea para remetentes que operam em todo o mundo. Para facilitar os voos apenas de carga, a Air Canada Cargo criou cinco equipes de vendas específicas para o segmento. A proposta é se concentrar nas necessidades exclusivas dos clientes em diferentes níveis da cadeia de suprimentos. Para obter mais informações, incluindo consultas consulte  https://www.aircanada.com/cargo/en/.
A Air Canada continua levando os canadenses de volta para casa
  • Novos voos especiais estão programados para Bogotá e Buenos Aires
  • Serão operados voos adicionais de Argel e Lima
  • A Air Canada continua seus esforços de repatriamento, transportando sozinha aproximadamente 8.000 passageiros entre 01 e 03 de abril de 2020
Em colaboração com o Governo do Canadá, a Air Canada vai operar seus primeiros voos especiais a partir de Bogotá e Buenos Aires. Todas estas rotas estão sendo atendidas em total conformidade com os requisitos de saúde e de segurança do Governo do Canadá para os passageiros que entram no país via transporte aéreo. Para os próximos dias também estão previstos voos adicionais de Argel e Lima.
A Air Canada está programada para operar voos especiais entre 02 de abril de 2020 e 04 de abril de 2020. Desde 21 de março, a companhia operou 13 voos especiais em colaboração com o Governo do Canadá; o plano é atuar para levar os canadenses de volta para casa. A agenda da Air Canada foi a seguinte:
  • Marrocos - 21, 23, 25 de março
  • Peru - 24, 26, 27 de março, 1 de abril
  • Equador - 25, 27, 29, 31 de março
  • Espanha - 25 de março
  • Argélia - 31 de março
Entre os dias 01 e 03 de abril de 2020 a Air Canada terá levado cerca de 8.000 passageiros para casa. No momento as suas operações continuam focadas em levar os canadenses de volta para casa, mas a empresa continua operando em uma rede reduzida, seguindo as restrições impostas pelos governos ao redor do mundo.
Os canadenses no exterior devem fazer um registro na Global Affairs Canada para reservar seu assento. Para qualquer ajuda de emergência, os viajantes também podem entrar em contato com o sos@international.gc.ca.
Air Canada e Air Canada Foundation trabalham juntas para doar os alimentos que seriam servidos a bordo
Quando começou a suspender seus voos internacionais e entre fronteira com os EUA, devido à crise da COVID-19, a Air Canada e a Air Canada Foundation começaram a trabalhar em parceria com a Second Harvest, uma organização canadense que coleta itens frescos para redistribuir.
"Enquanto muitos de nós estamos em casa durante esses momentos extraordinários, também permanecemos unidos no cuidado com o outro. Esses momentos difíceis nos lembram a importância de continuar a apoiar nossas comunidades e ajudar as famílias canadenses necessitadas. Trabalhamos com instalações de catering em todo o Canadá. E, por meio da plataforma nacional FoodRescue.ca, que a rede Second Harvest nos oferece, temos como, coletivamente, levar o mais rápido possível esses itens prontos para consumo para aqueles que mais precisam. Até o momento, redistribuímos 2.330 kg de vegetais frescos, saladas, sanduíches, muffins e leite; haverá mais para distribuir nos próximos dias ", disse Arielle Meloul-Wechsler, Vice-presidente Executiva, Diretora de Recursos Humanos e Comunicações da Air Canada.
br - Edição A Star Alliance Member
Este é um email de notificação do produto. Para cancelar a inscrição em e-mails semelhantes, clique aqui.
Condições Gerais de Transporte e Tarifário Termos de uso Política de Pivacidade
© 2020 Air Canada Brasil.
Central de Vendas e Reservas Air Canada
No Brasil: São Paulo - 0800-282-1258/Rio de Janeiro (21) 2220-5343
Na América do Norte: 1-888-247-2262