Loading...

Air Canada

A AIR CANADA E O GOVERNO DO CANADÁ CONCLUEM ACORDOS SOBRE O PROGRAMA DE LIQUIDEZ



O pacote financeiro disponibiliza empréstimos reembolsáveis e patrimônio líquido



A Air Canada anunciou uma série de acordos de financiamento de dívida e patrimônio líquido firmada com o Governo do Canadá. Os acordos permitirão à empresa acessar até CAD$5,879 bilhões em liquidez por meio do programa Large Employer Emergency Financing Facility (LEEFF).

“Há mais de um ano, em relação ao seu tamanho, a Air Canada entrou na pandemia com um dos balanços patrimoniais mais sólidos da indústria aérea global. Desde então, levantamos CAD$ 6,8 bilhões adicionais em liquidez de nossos próprios recursos para nos sustentar durante a pandemia, com o tráfego aéreo praticamente paralisado no Canadá e internacionalmente", disse Michael Rousseau, Presidente e CEO da Air Canada.

O programa de liquidez adicional que estamos anunciando atinge vários objetivos alinhados, pois fornece uma camada significativa de seguro para a Air Canada. O programa nos permite atender da melhor forma os clientes com passagens não reembolsáveis, manter a nossa força de trabalho e reinserir a empresa nos mercados regionais. Ainda mais importante, é que este programa fornece liquidez adicional, se necessário, para reconstruir nosso negócio para o benefício de todas as partes interessadas. Além disso, nos permite continuar contribuindo significativamente para a economia canadense por meio de sua recuperação a longo prazo.

À medida que o desenvolvimento de vacinas aumenta, continuamos trabalhando com o Governo do Canadá na evolução de testes seguros e científicos, assim como de medidas de alívio de quarentena, cujo objetivo é reiniciar nosso setor com segurança. Sabemos que os canadenses estão ansiosos para se reconectar com amigos e familiares, tirar aquelas férias tão esperadas e retomar as viagens de negócios. E nós estaremos prontos para conectar com segurança os canadenses dentro do Canadá e do Canadá para o mundo," disse o Presidente e CEO da Air Canada.

O pacote financeiro prevê empréstimos totalmente reembolsáveis, que a Air Canada só sacaria conforme o necessário, bem como um investimento de capital. O pacote é composto por:

  • Receita bruta de CAD$500 milhões para as ações da Air Canada a um preço de CAD$23,1793 por ação;
  • CAD$1,5 bilhão em forma de uma linha de crédito rotativo garantida a um prêmio de 1,5% em relação à taxa oferecida em dólares canadenses (CDOR, na sigla em inglês); a instalação é garantida em uma primeira base de garantia pelos ativos da Aeroplan Inc., as ações da Air Canada no Aeroplan, bem como certos ativos da Air Canada, incluindo algumas propriedades intelectuais relacionadas ao programa de fidelidade Aeroplan;
  • CAD$2,475 bilhões na forma de três linhas de crédito não rotativas, sem garantia de CAD$825 milhões cada, com: a primeira parcela de cinco anos com um prêmio de 1,75% para o CDOR por ano; a segunda parcela de seis anos a 6,5% ao ano (aumentando para 7,5% após 5 anos); e a terceira parcela de sete anos a 8,5% ao ano (aumentando para 9,5% após 5 anos);
  • Como parte do pacote financeiro, a Air Canada emitiu um total de 14.576.564 garantias exercitáveis para a compra de um número igual de ações da empresa; isso está sujeito a ajustes habituais, a um preço de CAD$27,2698 por ação durante um prazo de 10 anos, representando 10% do compromisso total disponível sob as linhas de crédito garantidas e não garantidas acima; 50% das garantias concedidas simultaneamente com a implementação das linhas de crédito e os 50% das garantias restantes serão adquiridas em uma base proporcional aos valores que a Air Canada pode sacar sob as linhas de crédito não justificadas acima;
  • Até aproximadamente CAD$1,4 bilhão na forma de linha de crédito sem garantia para dar suporte a reembolsos de clientes de passagens não reembolsáveis. A linha de crédito terá prazo de sete anos e taxa de juros anual de 1,211%.

Como parte do pacote financeiro, a Air Canada concordou com uma série de compromissos relacionados a reembolsos de clientes, serviços para comunidades regionais, restrições ao uso dos fundos fornecidos, emprego e despesas de capital. Esses incluem:

  • A partir de 13 de abril de 2021, oferecendo, aos clientes elegíveis que compraram tarifas não reembolsáveis mas que não viajaram devido à COVID-19 desde fevereiro de 2020, a opção de reembolso na forma de pagamento original. Em apoio a suas agências de viagens parceiras, a Air Canada não retirará os incentivos de vendas da agência sobre tarifas reembolsadas;
  • A retomada do serviço ou o acesso à rede da Air Canada para quase todas as comunidades regionais onde o serviço foi suspenso devido ao impacto da COVID-19 nas viagens, por meio de serviços diretos ou novos acordos interline com transportadoras regionais terceirizadas;
  • Restringir certos gastos e restringir dividendos, recompras de ações e remuneração de executivo senior;
  • Obrigações de manter o emprego em níveis não inferiores aos de 1º de abril de 2021; e
  • A conclusão da aquisição pela companhia aérea de 33 aeronaves Airbus A220, fabricadas na unidade Mirabel da Airbus, em Quebec. A Air Canada também concordou em concluir seu pedido firme de 40 aeronaves Boeing 737 Max. A conclusão desses pedidos permanece sujeita aos termos e condições aplicáveis dos contratos de compra.

Em conexão com o investimento de capital do governo, a Air Canada concordou em fornecer direitos de registro habituais. As ações e garantias de subscrição da Air Canada emitidas ao Governo estão sujeitas a certas restrições de transferência, bem como a um limite de exercício que limita os direitos de voto agregado do Governo das ações adquiridas nos termos deste investimento (incluindo sobre qualquer exercício das garantias de subscrição) a 19,99%.





Central de Vendas e Reservas Air Canada
No Brasil: 0800-282-1258
Na América do Norte: 1-888-247-2262
SAC - Serviço de Atendimento ao Consumidor Air Canada
No Brasil: 0800-770-9250