Loading...

Air Canada

ESTAÇÕES DO CANADÁ SÃO FAMOSAS PELA ESTRUTURA E QUALIDADE DA NEVE





Quem já esquiou em uma das estações de esqui do Canadá, não esquece a experiência e, sempre que pode, volta para repetir. A qualidade da neve e a infraestrutura do destino são alguns dos pontos altos, além do charme das pequenas cidades, as atividades fora das pistas e, claro, a simpatia dos canadenses, que se destaca em todas as regiões.

Não foi fácil selecionar sete destinos para incluir neste Guia de Viagem, mas acreditamos que com estas opções é possível ter uma ideia do que você vai encontrar nas estações de esqui do Canadá. Veja a seguir:


Charlevoix

Charlevoix vai da aldeia de Petite-Rivière-Saint-François até a foz do Saguenay, na margem norte do rio São Lourenço. Esta é a menor área turística de Québec, com uma beleza natural impressionante. Com paisagens deslumbrantes, a região deve sua topografia ao impacto de um meteorito há 400 milhões de anos, que moldou uma cratera de 54 km de diâmetro que tem o monte de Les Éboulements na elevação central. Diferentes eras do gelo influenciaram a área, que guarda vestígios de suas ocorrências.

Entre o rio e as montanhas, Charlevoix tem três parques nacionais que comprovam o potencial natural da região. As montanhas fazem parte dos Laurentians, uma formação geológica que acompanha a Mountain Road. O Rio São Lourenço faz fronteira com a costa leste da região, cujos cenários parecem verdadeiras pinturas. Durante o inverno os visitantes têm diversas atividades, que incluem a energia dos topos do Le Massif de Charlevoix e a desafiadora pista de mais de 700 metros – a maior queda vertical a leste das montanhas rochosas.

Em Charlevoix a gastronomia é rica e variada, com produtores, artesãos e chefs trabalhando juntos. Os cardápios, com seus produtos frescos, são uma atração a parte. A paisagem acidentada atrai muitos artistas para a região. Baie-Saint-Paul, uma das cidades locais, é famosa por ter o maior número de galerias de arte per capita do Canadá.

Club Med Québec Charlevoix - O resort, que será inaugurado em dezembro de 2021, está localizado ao norte da cidade de Quebec, às margens do rio São Lourenço, perto de todas as atrações turísticas, históricas e culturais.

A arquitetura do Resort combina modernidade com o tradicional estilo canadense e a bela paisagem natural. O cenário muda a cada estação do ano, oferecendo atrações e atividades durante todas elas. “Estamos retornando para a América do Norte com esse conceito de resort all inclusive. E esse ano o Canadá será um dos destaques com o Village Quebec/Charlevoix, um lugar para quem tem o desejo de apreciar uma natureza única e atividades ao ar livre”, disse Marco Oliva, diretor de vendas do Club Med.

Ao optar pelo resort do Club Med em Charlevoix, os hóspedes vão ter os seguintes serviços inclusos: Ski Pass e Aulas, Clube Infantil de 4 a 17 anos, Cozinha Gourmet, Bar e Lanches e Open Bar.

Site oficial: www.tourisme-charlevoix.com


Whistler e Blackcomb

Whistler é um dos destinos mais procurados do Canadá durante todo o ano. Com duas imponentes montanhas, Whistler e Blackcomb, no inverno o charmoso vilarejo é chamado de Estação de Esqui Whistler Blackomb, o maior resort de esqui da América do Norte, com mais de 200 pistas, as quais são atendidas por 36 gôndolas.

Whistler fica a 120 km ao norte de Vancouver (cerca de duas horas e meia de carro), em British Columbia, na costa oeste do Canadá. O resort, conhecido como Whistler Village, é apenas para pedestres, o que facilita muito a locomoção pelas áreas principais. Além disso, as caminhadas pela região central são deliciosas para explorar cafés, lojinhas, galerias de arte, restaurantes e bares.

Geralmente, a temporada de esqui em Whistler começa no terceiro final de semana de novembro, quando ambas as montanhas abrem e passam a receber turistas até o final de abril. A Montanha Whistler costuma ficar aberta para esqui e snowboard até o final de maio. Para quem visita Whistler no inverno há uma série de atividades ao ar livre e também em spas, com saunas, massagens e outras experiências. Além do esqui e do snowboard, o visitante pode passear de snowmobile (uma moto de neve), praticar snowshoes ou se aventurar em uma tirolesa, visitar as pistas apenas para conhecer os cafés e a vista, participar de um après ski, percorrer trilhas fazendo dog sledding, se divertir em um tobogã e passear na Gondola Peak to Peak (um grande feito da engenharia, que na sua conclusão quebrou recordes mundiais, entre os quais estão: o sistema de levantamento contínuo, o mais longo do mundo, e a altura, considerada a mais elevada para uma gôndola deste tipo - está a 436 metros acima do vale).

Site: www.whistlerblackcomb.com


Mont Tremblant

Mesmo a província de Quebec já sendo bem conhecida entre os turistas, esquiar nesta província ainda é um dos grandes segredos do Canadá. Situada a apenas uma hora e meia de Montreal, e a menos de duas horas de Ottawa, Tremblant é uma excelente oportunidade para quem quer esquiar no leste do Canadá.

Com 665 hectares de terreno para esqui, disponíveis nas quatro faces de montanha, o destino tem cerca de 600 metros de queda vertical e uma capacidade total de elevação de 27.230 esquiadores por hora. A charmosa vila de estilo europeu, que fica na base, é equipada com acomodações luxuosas, restaurantes sofisticados, lojas e atrações diversas.

No final do dia, após o esqui, as ruas do vilarejo ficam lotadas de gente passeando pelas lojas, apreciando o por do sol, visitando bares e restaurantes. Nos arredores tem muitas atividades, incluindo spas, passeios guiados, entre outros.

Site oficial: www.tremblant.ca


Lake Louise

Lake Louise fica nas Montanhas Rochosas, a menos de uma hora da cidade de Banff (que vale um passeio!) e a 181 km de Calgary. Este é um dos resorts mais conhecidos do Canadá. E não é somente pela moderna infraestrutura, mas também pela beleza natural que é realmente impressionante. Esta é uma montanha para todos os níveis de esquiadores, desde os mais radicais até os iniciantes. Com um amplo terreno disponível para esqui, o resort conta com diferentes pistas, todas muito bem cuidadas.

O resort Lake Louise foi ampliado com a instalação de um novo teleférico que abre a área de West Bowl. Esta nova área tem 194 hectares e as pistas vão do nível intermediário ao avançado. A estação de esqui de Lake Louise não tem acomodação no local, mas tem instalações fantásticas para uso diurno, com restaurantes na base e no topo da montanha. Os esquiadores podem ficar no vilarejo vizinho de Lake Louise ou na cidade de Banff, a cerca de 45 minutos de distância.

Uma das atrações na região é o famoso Fairmont Chateau Lake Louise, um hotel com arquitetura de castelo, localizado à beira do Lago Louise. Sem dúvidas, o hotel é uma atração a mais na região e se puder se hospedar na propriedade, o visitante vai ter uma experiência inesquecível.

Site:www.skilouise.com


Sun Peaks Ski Resort

Sun Peaks é a segunda maior área de esqui do Canadá, depois de Whistler. A estação não é tão conhecida fora do Canadá, mas tem uma estrutura e uma neve surpreendentes. A área de esqui fica espalhada por três montanhas e o resort oferece opções para todos os estilos. E, mesmo oferecendo uma grande variedade de pistas, Sun Peaks é focado nos esquiadores iniciantes e intermediários, o que o faz com que o destino seja uma ótima indicação para famílias.

A cada temporada, Sun Peaks ganha novos investimentos; em 2020/21 foi instalado o novo teleférico Crystal, que aumentou a capacidade do resort em 20%. A vila em estilo europeu oferece acomodações e instalações com acesso direto às pistas de esqui. No resort tem diversos hotéis e condomínios, ótimos restaurantes, bares e cafés. Se preferir, o turista pode ir até Kamloops, que fica a 45 minutos de distância e tem mais oferta de hospedagem, gastronomia e lazer.

Site: www.sunpeaksresort.com


Big White

Big White é conhecida pela fartura de neve, além das vistas deslumbrantes e das muitas pistas intermediárias, assim como pela boa mistura de terreno para esquiadores iniciantes e avançados. Big White é um resort familiar, com muitas opções de acomodação, incluindo hospedagem com acesso direto às pistas de esqui.

A montanha tem 16 teleféricos, incluindo uma gôndola, e mais de 1.100 hectares de terreno, dos quais cerca de 16 hectares são iluminados à noite. Fora da zona de esqui, os visitantes podem aproveitar o tobogã (super divertido), passeios de snowmobile, tours em trenós puxados por cães e escaladas no gelo. De snowmobile é possível fazer a trilha dos snow ghosts, que é simplesmente fantástica. O fenômeno natural, que impressiona, é causado por árvores completamente cobertas de neve e gelo que criam imagens gigantes, as quais ficaram conhecidas como os fantasmas da neve.

O resort está localizado no encantador Vale Okanagan, no interior de British Columbia, próximo à cidade de Kelowna.

Site: www.bigwhite.com


Blue Mountain Resort

O Blue Mountain Ski Resort fica a pouco mais de duas horas ao norte de Toronto, e, apesar de pouco conhecido dos brasileiros, é um dos resorts de esqui mais populares de Ontário. Lá tem todos os tipos de atividades para as famílias, além de excelentes instalações. Blue Mountain não tem muita elevação, mas o terreno em geral é recompensado pelo amplo espaço para receber os turistas que lotam este resort nos finais de semana.

Antes conhecido como uma montanha de esqui de uma pequena cidade, Blue Mountain ganhou investimentos e se tornou um excelente resort, com hotéis luxuosos, ótimos restaurantes e muitas lojas. Um dos lugares de hospedagem mais conhecidos em Blue Mountain é a Westin Trillium House, mas há outras opções que também valem a pena.

Site oficial: www.bluemountain.ca





Central de Vendas e Reservas Air Canada
No Brasil: 0800-282-1258
Na América do Norte: 1-888-247-2262
SAC - Serviço de Atendimento ao Consumidor Air Canada
No Brasil: 0800-770-9250