estamos processando o seu pedido
aguarde um instante

Informações e Serviços
Planejando a Viagem
Serviços ao Passageiro
No Aeroporto
Bagagem
Bagagem de Mão
Check-in de Bagagem
Taxas de Excesso de Bagagem
Procedimentos de Segurança
Animais de Estimação
Identificação de Bagagem
Bagagem Atrasada
Central de Bagagens Air Canada - Brasil
Equipamentos Esportivos
Política de Bagagem para Crianças SEM assento (0-2 anos) para o Brasil
Check-in e Embarque
Maple Leaf Lounges
Serviço de Concierge
Check-in Expresso e Móvel
Aeroporto de São Paulo/Guarulhos
Aeroporto de Toronto
Aeroporto de Montreal
Aeroporto de Vancouver
Alfândega e Imigração
Atrasos e Cancelamentos
Websites dos Aeroportos
Terminais de Aeroporto
Procedimentos de Segurança
Terminais de Auto-Atendimento
Serviços Prioritários
Autorização de viagem do Responsável pela Criança ou Adolescente
Durante o Voo
Destinos
Contratos de Transporte

Procedimentos de Segurança

Itens Proibidos para transporte nas áreas restritas de segurança e na cabine das aeronave

De acordo com a resolução nº 207, de 22 de novembro de 2011, da Anac, que trata dos procedimentos de inspeção de segurança da aviação civil e orienta sobre outras providências de inspeção dos passageiros e suas bagagens de mão, prevenindo que armas, explosivos, artefatos, agentes químicos, biológicos, radioativos, nucleares ou substâncias e materiais proibidos entrem, sem autorização, nas áreas restritas de segurança ou a bordo de aeronave.

Os passageiros não poderão transportar para as áreas restritas de segurança nem para a cabine de uma aeronave os seguintes artigos:

  • a) pistolas, armas de fogo e outros dispositivos que disparem projéteis — dispositivos que podem ou aparentam poder ser utilizados para causar ferimentos graves através do disparo de um projétil, incluindo:
  • 1) armas de fogo de qualquer tipo, tais como pistolas, revólveres, carabinas, espingardas;
  • 2) armas de brinquedo, réplicas ou imitações de armas de fogo que podem ser confundidas com armas verdadeiras;
  • 3) componentes de armas de fogo, excluindo miras telescópicas;
  • 4) armas de pressão por ação de ar e gás comprimido ou por ação de mola, tais como armas de paintball, airsoft, pistolas e espingardas de tiro a chumbo ou outros materiais;
  • 5) pistolas de sinalização e pistolas de partida esportiva;
  • 6) bestas, arcos e flechas;
  • 7) armas de caça submarina, tais como arpões e lanças; e
  • 8) fundas e estilingues;
  • b) dispositivos neutralizantes — dispositivos destinados especificamente a atordoar ou a imobilizar, incluindo:
  • 1) dispositivos de choque elétrico, tais como armas de choque elétrico e bastões de choque elétrico;
  • 2) dispositivos para atordoar e abater animais; e
  • 3) químicos, gases e aerossóis neutralizantes ou incapacitantes, tais como spray de pimenta, gás lacrimogêneo, sprays de ácidos e aerossóis repelentes de animais;
  • c) objetos pontiagudos ou cortantes — objetos que, devido à sua ponta afiada ou às suas arestas cortantes, podem ser utilizados para causar ferimentos graves, incluindo:
  • 1) objetos concebidos para cortar, tais como machados, machadinhas e cutelos;
  • 2) piolets e picadores de gelo;
  • 3) estiletes, navalhas e lâminas de barbear, excluindo aparelho de barbear em cartucho;
  • 4) facas e canivetes com lâminas de comprimento superior a 6 cm;
  • 5) tesouras com lâminas de comprimento superior a 6 cm medidos a partir do eixo;
  • 6) equipamentos de artes marciais pontiagudos ou cortantes;
  • 7) espadas e sabres; e
  • 8) instrumentos multifuncionais com lâminas de comprimento superior a 6 cm;
  • d) ferramentas de trabalho — ferramentas que podem ser utilizadas para causar ferimentos graves ou para ameaçar a segurança da aeronave, incluind
  • 1) pés-de-cabra e alavancas similares;
  • 2) furadeiras e brocas, incluindo furadeiras elétricas portáteis sem fios;
  • 3) ferramentas com lâmina ou haste de comprimento superior a 6 cm que podem ser utilizadas como arma, tais como chaves de fendas e cinzéis;
  • 4) serras, incluindo serras elétricas portáteis sem fios;
  • 5) maçaricos;
  • 6) pistolas de cavilhas, pistolas de pregos e pistolas industriais; e
  • 7) martelos e marretas;
  • e) instrumentos contundentes — objetos que podem causar ferimentos graves se utilizados para agredir alguém fisicamente, incluindo:
  • 1) tacos de beisebol, pólo, golfe, hockey, sinuca e bilhar;
  • 2) cassetetes, porretes e bastões retráteis;
  • 3) equipamentos de artes marciais contundentes; e
  • 4) soco-inglês;
  • f) substâncias e dispositivos explosivos ou incendiários — materiais e dispositivos explosivos ou incendiários que podem ou aparentam poder ser utilizados para causar ferimentos graves ou para ameaçar a segurança da aeronave, incluindo:
  • 1) munições;
  • 2) espoletas e fusíveis;
  • 3) detonadores e estopins;
  • 4) réplicas ou imitações de dispositivos explosivos;
  • 5) minas, granadas e outros explosivos militares;
  • 6) fogos de artifício e outros artigos pirotécnicos;
  • 7) botijões ou cartuchos geradores de fumaça;
  • 8) dinamite, pólvora e explosivos plásticos;
  • 9) substâncias sujeitas a combustão espontânea;
  • 10) sólidos inflamáveis, considerados aqueles facilmente combustíveis e aqueles que, por atrito, podem causar fogo ou contribuir para ele, tais como pós metálicos e pós de ligas metálicas;
  • 11) líquidos inflamáveis, tais como gasolina, etanol, metanol, óleo diesel e fluido de isqueiro;
  • 12) aerossóis e atomizadores, exceto os de uso médico ou de asseio pessoal, sem que exceda a quantidade de quatro frascos por pessoa e que o conteúdo, em cada frasco, seja inferior a 300 ml ou 300 g;
  • 13) gases inflamáveis, tais como metano, butano, propano e GLP;
  • 14) substâncias que, em contato com a água, emitem gases inflamáveis;
  • 15) cilindros de gás comprimido, inflamável ou não, tais como cilindros de oxigênio e extintores de incêndio; e
  • 16) isqueiros do tipo maçarico, independente do tamanho;
  • g) substâncias químicas, tóxicas e outros itens perigosos — substâncias capazes de ameaçar a saúde das pessoas a bordo da aeronave ou a segurança da própria aeronave, incluindo:
  • 1) cloro para piscinas e banheiras;
  • 2) alvejantes líquidos;
  • 3) baterias com líquidos corrosivos derramáveis;
  • 4) mercúrio, exceto em pequena quantidade presentes no interior de instrumentos de medição térmica  (termômetro);
  • 5) substâncias oxidantes, tais como pó de cal, descorante químico e peróxidos;
  • 6) substâncias corrosivas, tais como ácidos e alcalóides;
  • 7) substâncias venenosas (tóxicas) e infecciosas, tais como arsênio, cianetos, inseticidas e desfolhantes;
  • 8) materiais infecciosos, ou biologicamente perigosos, tais como amostras de sangue infectado,
    bactérias ou vírus; e
  • 9) materiais radioativos (isótopos medicinais e comerciais);
  • h) outros — itens proibidos que não se enquadram nas categorias anteriores:
  • 1) dispositivos de alarme (excluindo dispositivo de relógio de pulso e de equipamentos eletrônicos
    permitidos a bordo); e
  • 2) materiais que possam interferir nos equipamentos das aeronaves e que não estejam relacionados entre os dispositivos eletrônicos permitidos, tais como telefone celular, laptop, palmtop, jogos eletrônicos, pager, que são de uso controlado a bordo de aeronaves;
  • i) itens tolerados — itens que são tolerados, respeitadas as especificações que se seguem:
  • 1) saca-rolhas;
  • 2) canetas, lápis e lapiseiras, com comprimento inferior a 15 cm;
  • 3) isqueiros com gás ou fluido com comprimento inferior a 8 cm, na quantidade máxima de um por pessoa;
  • 4) fósforos, em embalagem com capacidade não superior a 40 palitos, na quantidade máxima de uma caixa por pessoa;
  • 5) bengalas;
  • 6) raquetes de tênis;
  • 7) guarda chuvas; e
  • 8) martelo pequeno para uso em exames médicos;
  • j) itens proibidos para voos sob elevado nível de ameaça — itens permitidos ou itens tolerados que são proibidos no caso de elevação do nível de ameaça da segurança da aviação civil:
  • 1) qualquer instrumento de corte;
  • 2) saca-rolhas;
  • 3) bengalas;
  • 4) raquetes de tênis;
  • 5) qualquer isqueiro;
  • 6) fósforos, em qualquer quantidade ou apresentação; e
  • 7) aerossóis.


Passageiros portando líquidos em voos nacionais no Brasil e
voos internacionais saindo do Brasil

Os passageiros de voos internacionais (mesmo em etapas domésticas) saindo do Brasil e os de voos nacionais que utilizam o salão de embarque destinado aos voos internacionais estarão sujeitos às restrições estipuladas pela Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) para o transporte de substâncias líquidas em suas respectivas bagagens de mão.

O transporte de líquidos (incluindo gel, pasta, creme, aerosol e similares) em bagagem de mão deve ocorrer da seguinte maneira:
    o líquido deve estar em frasco com capacidade de até 100 ml. Frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo que contenham a quantidade estipulada.
    o passageiro deve acondicionar o frasco adequadamente (com folga) dentro de uma embalagem plástica transparente vedada, com capacidade máxima de 1 litro e tamanho máximo de 20 cm x 20 cm.

Note que na área de embarque, a embalagem plástica deve ser apresentada para inspeção nos equipamentos de Raio-X separadamente da bagagem de mão, laptop e peças de roupa.

Cada passageiro pode portar uma única embalagem plástica. Por isso, outros frascos com líquidos devem ser transportados, prioritariamente, nas bagagens despachadas.

Líquidos adquiridos em free shops podem exceder o limite estipulado anteriormente, desde que acondicionados em embalagens plásticas seladas com o recibo de compra à mostra e com a data do início do voo para passageiros que embarcaram ou estão em conexão. Essa medida não garante que, em caso de conexão, embalagens seladas por outros estados serão aceitas. Os produtos podem ser retidos pelas autoridades estrangeiras.

Atenção: Não há limite de transporte para artigos medicamentosos com a devida prescrição médica, alimentação de bebê e líquidos de dietas especiais em quantidade necessária para uso durante o período total de voo, incluindo eventuais escalas. Esses materiais também deverão ser apresentados na área de embarque


Política da Air Canada para o transporte de Materiais Perigosos

Para nos certificarmos da segurança do voo e da aeronave, há alguns materiais e objetos que não são permitidos à bordo dos voos da Air Canada e das companhias regionais.

  • a) Tanques de Combustível
  • Tanques de combustível, uma vez usados, não são permitidos como bagagens despachadas. Assim, abaixo está a política da Air Canada para equipamentos movidos à gasolina.

    A Air Canada aceita Fogões de Acampamento e Lampiões que ainda nunca foram usados e dentro da embalagem ou caixa original. Contudo para Fogões de Acampamento e Lampiões que já foram usados, somente aqueles que tenham um tanque de combustível removido serão permitidos como bagagens despachadas. Se o seu Fogão de Acampamento e/ou Lampião(ões) não permitir remover o tanque de combustível você terá que entrar em contato com a Air Canada Cargo.

    Para equipamentos que tenham o tanque de combustível acoplado, somente equipamentos novos e embalados na caixa ou embalagem original e lacrada poderão ser despachados. Para equipamentos usados você terá que entrar em contato com a Air Canada Cargo.
  • b) Gelo Seco
  • Gelo seco é comumente usado para embalar e manter produtos perecíveis refrigerados. Exemplos comuns são peixes e frutos do mar. Itens embalados em gelo seco podem ser carregados tanto na bagagem de mão quanto na bagagem despachada (na AirBC somente como bagagem de mão), desde que:

    • o gelo seco não exceda 2 quilos or 4.4 lbs.
    • a caixa ou container não esteja vazando ou não esteja amassada ou com buracos.

    Se você está viajando com gelo seco você deverá apresentar-se no Aeroporto com pelo menos 1 (uma) hora de antecedência da partida do seu voo. Caso você decida despachar a bagagem com gelo seco existe um formulário que deve ser preenchido, informando o conteúdo, descrição e quantidade de gelo seco da caixa ou do container.
  • c) Armas de Fogo & Munição
    Se você está pensando em viajar com sua Arma de Fogo, aqui estão as regras impostas.

  • Armas de Fogo:
    • Rifles, revólveres e espingardas são permitidos somente como bagagens despachadas, e eles precisam estar descarregados
    • A munição deve ser embalada separadamente da arma de fogo (máximo permitido 5 quilos or 11 lbs.)
    • A arma de fogo precisa ser embalada em uma caixa segura (não-transparente), que possa ser trancada e que suporte impacto durante o transporte.
    • Antes da Air Canada aceitar transportar sua arma de fogo você precisa assinar uma declaração atestando que a arma está descarregada.

  • Munição:
    • Cápsulas e cartuchos são os únicos tipos de munição permitidas
    • Pólvora não é permitido
    • A munição deve ser embalada de maneira segura dentro de um container ou caixa de madeira, aço ou fibra de vidro, claramente descrita como "munição (ammunition)", ou dentro do pacote original do cartucho 
    • Para evitar impacto, a caixa ou container precisa ser carregada dentro de uma mala e protegida com toalhas ou roupas.


Filme de máquinas fotográficas

O procedimento de segurança pode danificar rolos de filme de máquinas fotográficas. A Autoridade Canadense de Transporte Aéreo (CATSA) utiliza um equipamento para verificação de bagagens despachadas que pode danificar rolos de filme de máquinas fotográficas, mas que não afeta discos digitais. O equipamento para verificação de bagagens despachadas é o mesmo que está sendo empregado em Aeroportos Americanos e em outros países. Passageiros são aconselhados a evitar despachar máquinas fotográficas e rolos de filmes em suas bagagens, carregando-os em sua bagagem de mão.

O equipamento usado para verificar bagagens de mão nas áreas de segurança e portões de embarque dos Aeroportos não danifica os rolos de filme de máquinas fotográficas. Esses equipamentos são testados e regulamentados de acordo com as normas ISO/ASA 800. Contudo, múltiplas verificações de raios-x sobre o mesmo rolo de filme podem causar danos. Assim, passageiros podem requerer que os rolos de filmes sejam verificados manualmente pelos agentes de segurança para evitar danos.

Para maiores informações visite o website do CATSA.


Verificação de Bagagem nos EUA

O orgão Americano que administra a segurança na indústria de transporte, (TSA) - US Transportation Security Administration, informa para os passageiros chegando aos Estados Unidos e/ou fazendo uma conexão para outros voos ou continuando no mesmo voo, que o TSA está verificando todas as bagagens que foram despachadas. Em alguns casos, os agentes do TSA terão que abrir a sua bagagem como parte do procedimento de verificação. Se sua bagagem não estiver trancada com um cadeado, o TSA irá simplesmente abrir e verificar a bagagem. Contudo, se a bagagem estiver trancada e o agente precisar abri-la, o cadeado poderá ser quebrado.

Você pode manter suas bagagens trancadas se assim preferir, contudo, passageiros que escolherem trancar suas bagagens poderão ter o cadeado ou sua bagagem danificados como parte do procedimento de verificação e poderão ter de aguardar mais tempo para poder retornar suas bagagens.

O TSA  e a companhia aérea não são responsáveis pelo dano causado nos cadeados ou nas bagagens quando estes danos são frutos de um procedimento de segurança obrigatório. Para maiores informações visite o website do TSA.


Isqueiros banidos nos Voos para os EUA

Todos os tipos e modelos de isqueiros são proibidos dentro das áreas de segurança dos Aeroportos Americanos e banidos dos Voos para os Estados Unidos. Assim, isqueiros com butano, combustível (Zippo), elétricos/baterias e todos os outros estão proibidos.

O Departamento de Aviação Civil Americano (TSA) classifica os isqueiros como material potencialmente perigoso, e proibe que eles sejam transportados na bagagem despachada. O Departamento de Aviação Civil Americano (TSA) irá recolher todos os isqueiros que forem detectados nos aeroportos e recomenda que os passageiros vereifiquem com atenção suas bagagens antes de se dirigirem aos aeroportos para a viagem.

Embora o Departamento de Aviação Civil Americano (TSA) esteja estudando a estender a proibição para caixas de fósforos, os passageiros ainda poderão carregar até quatro cartelhas de fósforos junto da sua bagagem de mão. Ainda, de acordo com os regulamentos de Materiais Proibidos lembramos que é proibido carregar qualquer tipo e quantidade de caixas de fósforos nas bagagens despachadas. Para maiores informações visite o website do Departamento de Aviação Civil Americano (TSA). Para maiores informações visite o website do TSA.